“Senhor, quando meu filho não estiver sob meus olhos, que ele esteja em suas mãos. Quando não for possível que ele me escute, que o Senhor, seja em sua mente, a voz que o aconselha. Quando eu não estiver presente para apontar- lhe o caminho, que o Senhor guie suas pernas. Quando não for possível dar-lhe um colo de mãe, que o Senhor acalme o coração do meu filho. Quando eu não puder dizer “leve o casaco”, que o Senhor seja o manto que aquece a sua alma. Quando eu não puder fazer o curativo, que o Senhor cure suas feridas. Quando não for ao meu alcance enxugar suas lágrimas, que o Senhor evite que elas caiam. Quando ele se sentir sozinho, que o Senhor seja a sua companhia trazendo luz a sua solidão. E, quando ele estiver feliz, que o Senhor sopre uma suave brisa sobre seu rosto para que meu filho se lembre do meu carinho e que, onde ele estiver, sempre o amarei” AMÉM! 
Mandei essa oração para meu filho, no dia de sua mudança pra os AE. 
Nosso Senhor não me desamparou, iluminou cada passo, fez tudo para que eu encontrasse toda verdade.
Agora peço para que mais pessoas, consigam ver e aceitar a verdade escondida por trás de belos castelos. Que ele continue nós abençoando nessa jornada. Que as famílias voltem a se unir. Que não falte forças pra continuar. Amém.

Angélica