Já diz o ditado, quando o assunto é filho, o coração de mãe não se engana. Mas como dizer não a quem garante oferecer formação religiosa e acadêmica (aparentemente)de melhor qualidade para seus filhos? Argumentos de que seu filho poderia estar nas drogas, no álcool e que dentro dos Arautos, ele/a está salvo/é pura ilusão se ele/a é catequizado com mentira. Seu pressentimento de que há algo de errado lá dentro é motivo para buscar mais informações e quando descobre a verdade é um choque.
A dor de depois de anos descobrir que não era nada do conto de fadas apresentado no começo e descobrir que seu filho/a, era catequizado pelo culto Plínio, Lucília e João Clá sem você ter conhecimento. Uma decepção! Uma traição a confiança que deposita a um lugar que acredita ser católico.
É tudo tão assustador na hora da descoberta da verdade que nem parece que é real! É difícil acreditar que aquilo está acontecendo contigo e com seu maior amor, seu filho(a).
O desamparo é algo que pode surgir no momento em que descobrimos tudo, nessa hora o choque é muito grande. Exatamente por isso que é preciso levar a verdade ao maior número possível de pais, compartilhar nossas experiências para tentar esclarecer e dar apoio . Você, pai, que vê algo de errado nesse lugar,não é do mundo,como eles dizem. Estamos no mundo como eles, sem sermos do mundo. Recorremos aos sacramentos, visitamos o Santíssimo e rezamos o rosário para termos discernimento de como agir para lutar pela verdade contra uma instituição tão poderosa. Somos igreja de verdade! Amamos a Santa Madre Igreja e esperamos a Intervenção do Vaticano.
Minha filha está em casa. Está no mundo sem ser do mundo. Foi salva da escravidão de João Clá. Hoje, ela é livre para amar o Rei de todos os Reis, Nosso Senhor Jesus Cristo e é escrava da Rainha do Céu e da terra,a Virgem Maria.
(No áudio abaixo, essa mãe conta um pouco da seus sentimento e raciocínio quando deixou que sua filha entrasse para essa instituição)